Curiosamente os que estão na rua a defender os portugueses sabem da realidade e dizem algo bem diferente. Segundo Gilberto Sousa, presidente da Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) “a pequena criminalidade praticada por imigrantes em estabelecimentos comerciais tem vindo a aumentar” ou como António Ramos presidente do Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP/PSP), ao afirmar que “antes de haver imigrantes brasileiros não havia assaltos nos semáforos”. Inclusivamente, o estudo recentemente encomendado pelo Ministério da Administração Interna (MAI) ao então professor universitário Nuno Severiano Teixeira (agora ministro da Defesa) refere que “a abertura das fronteiras foi causa do "surgimento de novas formas de criminalidade organizada transnacional”. (Será o ministro xenófobo?)

posted by Nacionalista @ 1:07 da manhã,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home