Ainda Goebbels...

No seu estudo clássico, “Propaganda”, o académico francês Jacques Ellul nota que a própria imagem de Goebbels formada no pós-guerra é uma distorção propagandística:

«Mantém-se o problema da reputação de Goebbels. Usou o título de Grande Mentiroso (atribuído pela propaganda anglo-saxã) e no entanto nunca deixou de se bater por que a propaganda fosse tão exacta quanto possível. Preferia ser cínico e brutal a ser apanhado numa mentira. Costumava dizer: “Toda a gente tem de saber qual é a situação.” Foi sempre o primeiro a anunciar acontecimentos desastrosos ou situações complicadas, não escondendo nada. O resultado foi a crença generalizada entre 1939 e 1942 que os comunicados alemães não só eram mais concisos, mais claros e menos atabalhoados, mas também mais verdadeiros do que os comunicados aliados – e, além disso, que os alemães publicavam todas as notícias dois ou três dias antes dos aliados. Tudo isto é tão verdadeiro que atribuir o título de Grande Mentiroso a Goebbels deve ser considerado um grande sucesso de propaganda.»

posted by Nacionalista @ 12:32 da manhã,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home